6 Comandos básicos de rede no Linux

6 Comandos básicos de rede no Linux

Este tutorial do Linux mostra alguns comandos de rede básicos que podem ser úteis ao solucionar problemas de rede com outros servidores tanto dentro da rede como através da Internet, obtendo mais informações sobre outros servidores.

1. O comando ping envia solicitações de eco ICMP para o servidor especificado na linha de comando e é usado para testar rapidamente a conectividade de rede para outro servidor. Se os pacotes são recebidos, o dispositivo de destino envia pacotes de volta:

# Ping 192.168.1.2
PING 192.168.1.2 (192.168.1.2) 56 (84) bytes de dados.
64 bytes de 192.168.1.2: icmp_seq = 1 ttl = 64 tempo = 0,141 ms
64 bytes de 192.168.1.2: icmp_seq = 2 ttl = 64 tempo = 0,136 ms
64 bytes de 192.168.1.2: icmp_seq = 3 ttl = 64 time = 0.109 ms

Observe que o ping não é uma maneira confiável de testar a conectividade de rede porque muitos servidores bloqueiam pacotes de eco ICMP por padrão, portanto, se algum servidor não está respondendo a pings, nem sempre significa que ele está desativado ou indisponível.
2.  O comando Netstat (estatística de rede) exibe conexões de rede para e do servidor, tabelas de roteamento, estatísticas de interface de rede, conexões de mascarada, etc. O comando netstat foi substituído por ss. Os parâmetros de linha de comando são quase idênticos.

Netstat-tunlp | Menos

Ligações à Internet activas (servidores e estabelecidas)
Proto Recv-Q Send-Q Endereço Local Foreign Address Estado PID / Nome do programa
Tcp 0 0 0.0.0.0:22 0.0.0.0:* ESCUTA 15501 / sshd
Tcp 0 0 0.0.0.0:80 0.0.0.0:* ESCUTA 29709 / httpd

-t Lista todas as portas tcp;
-u Lista todas as portas udp;
-n Mostrar endereços numéricos em vez de tentar determinar o host simbólico;
-l Mostrar apenas soquetes de escuta;
-p Mostra o PID eo nome do programa ao qual cada socket pertence.
3. Traceroute é um comando de resolução de problemas de rede que irá mostrar a rota de um pacote para o servidor de destino (o número de saltos) eo tempo de resposta para chegar ao servidor de destino.

# Traceroute 192.168.1.2
Traceroute para 192.168.1.2 (192.168.1.2), 30 hops max, pacotes de 60 bytes
1 192.168.1.2 (192.168.1.2) 0.471 ms 0.401 ms 0.402 ms

4. O comando hostname mostra o nome do host do servidor e também é usado para definir (ou alterar) o nome do host do servidor :

# nome de anfitrião
Test.com

Para definir um novo nome de host para o servidor, use:

#sudo hostname new-hostname.com
# nome de anfitrião
New-hostname.com

5. O comando route é um utilitário de rede usado para exibir ou modificar a tabela de roteamento.

# rota
Tabela de roteamento IP do kernel
Destino Gateway Genmask Bandeiras Metric Ref Use Iface
192.168.1.0 * 255.255.255.0 U 0 0 0 eth0
Link-local * 255.255.0.0 U 1002 0 0 eth0
Padrão 192.168.1.1 0.0.0.0 UG 0 0 0 eth0

Para adicionar uma nova rota use:

# Route add -net 172.0.0.0 netmask 255.255.255.0 dev eth0

Para eliminar uma rota, utilize:

# Route del -net 172.0.0.0 netmask 255.255.255.0 dev eth0

Para excluir o gateway padrão e adicionar um novo gateway como usar como padrão:

# Route delete default gw 192.168.1.1 eth0
# Route add default gw 192.168.10.254 eth0

6. Dig (Groper de informações de domínio) é uma ferramenta útil para a solução de problemas de rede, usado principalmente para consultar informações relacionadas ao DNS como um registro, CNAME, NS, registros MX etc.

# Dig google.com

; << >> DiG 9.8.2rc1-RedHat-9.8.2-0.47.rc1.el6_8.4 << >> google.com
;; Opções globais: + cmd
;; Resposta obtida:
;; - >> HEADER << - opcode: QUERY, status: NOERROR, id: 25916
;; Sinalizadores: qr rd ra; QUERY: 1, ANSWER: 1, AUTHORITY: 4, ADDITIONAL: 4

;; SEÇÃO DE PERGUNTA:
; Google.com. EM UM

;; SEÇÃO DE RESPOSTA:
Google.com. 106 IN A 216.58.216.78

;; AUTORIDADE SECÇÃO:
Google.com. 33959 IN NS ns4.google.com.
Google.com. 33959 IN NS ns3.google.com.
Google.com. 33959 IN NS ns2.google.com.
Google.com. 33959 IN NS ns1.google.com.

;; SECÇÃO ADICIONAL:
Ns3.google.com. 206816 IN A 216.239.36.10
Ns4.google.com. 206816 IN A 216.239.38.10
Ns2.google.com. 206816 IN A 216.239.34.10
Ns1.google.com. 206816 IN A 216.239.32.10

;; Tempo de consulta: 0 ms
;; SERVIDOR: 209.135.140.42 # 53 (209.135.140.42)
;; QUANDO: Sun Mar 5 18:37:21 2017
;; TAMANHO MSG rcvd: 180

Claro, você não precisa fazer nada disso se você usar um dos nossos serviços de Hospedagem VPS Linux , caso em que você pode simplesmente pedir aos nossos administradores especializados do Linux para solucionar quaisquer problemas de rede para você. Eles estão disponíveis 24 × 7 e vai cuidar do seu pedido imediatamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published.